fbEducação em dados : 7 competências e habilidades essenciais para 2021 MIT Sloan Review Brasil

Dados e analytics

4 min de leitura

Educação em dados : 7 competências e habilidades essenciais para 2021

Compreender a própria fluência de dados, com uma autoavaliação, e entender as competências que são necessárias nesse front podem ser uma ótima maneira de você começar o ano novo

Colunista Fernanda Bornhausen

Fernanda Bornhausen

24 de Janeiro

Compartilhar:
Artigo Educação em dados : 7 competências e habilidades essenciais para 2021

Inicio esta coluna desejando que seu 2021 seja pleno de saúde, paz e amor.

Um dos meus fortes propósitos em 2021 é ajudar a democratizar a educação de dados no Brasil através do trabalho voluntário que desenvolvo no Social Good Brasil. É mais um sonho grande dentro da lógica do impossível que será realizado por uma rede de pessoas e organizações que compartilham o mesmo propósito.

Na minha primeira coluna, abordei como o data literacy (alfabetização ou letramento em dados) evoluiu no mundo em 2020 e também expliquei a metodologia de educação em dados do Social Good Brasil. Os dados de 2020 sobre data literacy não deixam dúvidas de que o mundo corporativo se moverá para que sua força de trabalho adquira fluência em dados nos próximos anos, apontando para um investimento significativo em 2021.

A metodologia de educação em dados do Social Good Brasil é composta das 4 competências do Data Literacy Project e mais 3 competências e habilidades.

As 7 competências e habilidades de metodologia “Educação em Dados SGB”

1) Ler dados Essa competência está relacionada à capacidade dos indivíduos de entender o que são dados e quais aspectos do mundo eles representam, identificando diferentes tipos de dados que necessitam no seu dia a dia, bem como são capazes de acessá-los, interpretá-los e qualificá-los.

2) Trabalhar com dados

Essa competência está relacionada à capacidade dos indivíduos de coletarem, organizarem, armazenarem e descartarem os dados que necessitam no seu dia a dia.

3) Analisar dados

Essa competência está relacionada à capacidade dos indivíduos de formularem e responderem perguntas por meio de análises sobre os dados, utilizando, para isso, uma variedade de tipos e fontes de dados.

4) Comunicar e argumentar com dados

Essa competência está relacionada à capacidade dos indivíduos de formular e responder perguntas, negociar e defender ideias, pontos de vista e decisões baseadas em dados e evidências úteis e confiáveis, de forma a promover o engajamento dos seus públicos usando dados e histórias que fazem sentido para eles, de forma transparente, se diferenciando em um mundo cada vez mais abundante de dados.

5) Tomar decisão orientada por dados

Essa competência está relacionada à capacidade dos indivíduos de refletir de forma crítica, tomar decisões e identificar ações chaves a serem realizadas com base em várias fontes de dados.

6) Ética, proteção e privacidade de dados

Essa competência está relacionada à capacidade dos indivíduos de considerar o uso ético dos dados e executar ações que promovam a segurança e a privacidade dos seus dados e de terceiros.

7) Promover impacto social com dados

Essa competência está relacionada à capacidade de indivíduos compreenderem a atuarem em prol de causas socioambientais por meio do tema de uso de dados.

Os 4 níveis de fluência da “Educação em Dados SGB”

A metodologia “Educação em Dados SGB” classifica as pessoas e organizações em 4 níveis de fluência : • Iniciantes (básico) • Aprendizes (Intermediário-baixo) • Praticantes (intermediário-alto)
• Mentores (Avançado)

Autoavaliação “Educação em Dados SGB”

É um formulário automatizado de avaliação das 7 competências e habilidades de fluência em dados, que mede a capacidade atual do indivíduo de ler, trabalhar, comunicar, argumentar e tomar decisões baseadas em dados, bem como o uso da ética, proteção e privacidade de dados e a promoção de impacto socioambiental com o uso de dados em 4 níveis: Iniciantes (básico), Aprendizes (Intermediário-baixo), Praticantes (intermediário-alto) e Mentores (Avançado).

Essa ferramenta ajudará pessoas e organizações a terem um maior conhecimento sobre seu estágio atual e, principalmente, como podem de forma prática, desenvolver habilidades e competências para serem mais fluentes em dados. A fluência em dados vem sendo considerada essencial para a vida profissional, pessoal e em sociedade.

Depois do preenchimento total da autoavaliação, a pessoa receberá em seu e-mail a avaliação personalizada, bem como orientações e direcionamentos que visam seu desenvolvimento.

O ecossistema “Educação em Dados SGB”

Convido você a conhecer o Ecossistema de Educação em Dados, a plataforma de educação em dados SGB, as formações e mentorias em dados SGB e a pré-estreia da série Habilidados. São todos produtos e serviços que visam apoiar organizações e indivíduos na educação em dados.

Nossa metodologia, devidamente testada, também é aplicada na construção de produtos de dados para ajudar a resolver problemas sociais, como a Sala de Situação Digital Data for Good Covid-19 que foi considerada pela Revista Exame como uma das 50 atitudes inovadoras que fizeram diferença na pandemia.

NA PRÓXIMA COLUNA vou convidar você para se autoavaliar nas competências de educação em dados.

Se quiser participar do grupo de voluntários para teste do MVP (sigla em inglês de produto mínimo viável) da autoavaliação se inscreva aqui.

Fica aqui o convite para você se juntar a nós no propósito transformador massivo (MTP, na sigla em inglês) de democratizar a eucação em dados no Brasil.

Muito obrigada pela leitura. Todo feedback é super bem-vindo. Até fevereiro.

Compartilhar:

Colunista

Colunista Fernanda Bornhausen

Fernanda Bornhausen

Fernanda Bornhausen é membro do conselho de administração do Grupo Cometa e do seu comitê de inovação, vice-presidente do conselho da Acate (Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia), co-founder e diretora da consultoria Clear Inovação e conselheira da MIT Sloan Review Brasil.

Artigos relacionados

Imagem de capa Análise de dados favorece políticas de sustentabilidade

Dados e analytics

29 Novembro | 2021

Análise de dados favorece políticas de sustentabilidade

Estudo mostra como empresas podem usar data analytics para criar soluções e produtos financeiramente – e ambientalmente – sustentáveis

Larissa Pessi

5 min de leitura

Imagem de capa Inteligência artificial acelera o acesso a dados e analytics

Dados e analytics

19 Novembro | 2021

Inteligência artificial acelera o acesso a dados e analytics

Treinar os colaboradores para encontrar e usar data insights é um dos maiores gargalos do Big Data. Uma solução em potencial é o uso de sistemas de IA que reduzam a curva de aprendizado das pessoas

Sam Ransbotham

5 min de leitura

Imagem de capa Dados e talentos rumo à construção de propósitos

Talento

25 Outubro | 2021

Dados e talentos rumo à construção de propósitos

Organizações sem cultura data driven estão ficando míopes diante de uma nova realidade de trabalho e de gestão de talentos

Paulo Castello

6 min de leitura

Imagem de capa O dilema do compartilhamento de dados e suas armadilhas

Dados e analytics

17 Setembro | 2021

O dilema do compartilhamento de dados e suas armadilhas

Logins via redes sociais disponibilizados por grandes plataformas online podem ajudar websites a aumentar o número de usuários no curto prazo, porém, gerar custos futuros

Jan Krämer, Daniel Schnurr e Michael Wohlfarth

7 min de leitura

Imagem de capa Dados e experiência: é hora de repensar sua estratégia

Business content

07 Setembro | 2021

Dados e experiência: é hora de repensar sua estratégia

Embora o conceito de customer experience seja muito difundido atualmente, pouco se fala sobre modelos de negócio que estejam realmente voltados a oferecer experiências de alto valor para os clientes a partir da coleta e o uso de dados de maneira correta

Carolina Genovesi

5 min de leitura