fb

Tecnologia e inovação

3 min de leitura

Minissérie da IBM mostra como é estar por trás do código

C0d3ers Championship traz os bastidores de uma competição de desenvolvedores

Sandra Regina da Silva

22 de Setembro

Compartilhar:
Artigo Minissérie da IBM mostra como é estar por trás do código

Um novo reality show vai exibir o cotidiano de uma profissão que, embora em alta no mercado de trabalho, não costuma receber muita atenção no showbiz. C0d3rs Championship, disponível no Prime Video, mostra desenvolvedores da IBM em uma competição de criação de código, a Maratona Behind the Code.

A série traz os perfis, anseios e aflições de 20 profissionais da América Latina, metade deles brasileiros. Equipes de filmagem acompanharam os participantes, cada um em sua casa, em 2020. Foram 42 dias de competição, com cerca de 70 mil inscritos.

O episódio de estreia mostra as bases da competição. Nos outros sete, os desenvolvedores precisam encarar desafios reais, propostos pela IBM a partir de necessidades de empresas parceiras.

Esses desafios são bem variados. Os programadores desenvolveram modelos para identificar pragas em plantações agrícolas, detectar alunos com mais chances de abandonar a faculdade ou então calcular o momento certo para reabastecer máquinas de venda automática nas estações do metrô de São Paulo.

A missão final, cujo objetivo era usar inteligência artificial para identificar exoplanetas, definiu o vencedor da maratona. Os cinco primeiros colocados ganharam uma viagem a Tel Aviv, em Israel, para uma experiência imersiva na aceleradora de startups IBM Alpha Zone.

Como nasceu a ideia

Graciela Di Rado, líder de marketing da IBM América Latina, conta que a ideia de C0d3rs Championship nasceu durante a definição de uma estratégia da companhia com sua agência, a Ogilvy Argentina, visando às necessidades de inovação em um cenário de escassez de talentos. A primeira edição ocorreu somente no Brasil. A segunda se expandiu para a América Latina e ganhou o documentário. “Queríamos contar como se usa e para que serve a inteligência artificial, inclusive para atrair pessoas para a indústria”, diz Di Rado.

A produção ficou a cargo da argentina Story Lab. O maior desafio, segundo a executiva, foi a captação das imagens. Muitos profissionais precisaram se envolver para acompanhar os 20 participantes, espalhados por Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México, Peru, Uruguai e Venezuela.

Entre os 70 mil inscritos, Di Rado percebe algo em comum. “A maioria quer resolver problemas do mundo. Existe a ambição de dar soluções ao mercado, à sociedade”. Havia colaboração entre eles, além da competição. “Quando um descobria algo, não guardava para si, mas compartilhava com os demais”, diz.

Realities do mercado

C0d3rs Championship entra para a pequena lista de programação audiovisual com enfoque de competição, hackathon ou pitch. O exemplo mais famoso é Shark Thank, em que candidatos fazem uma apresentação curta e direta sobre o seu negócio – como num pitch – com o objetivo de despertar a atenção de um ou mais tubarões-investidores. Exibido pelo Sony Channel, a versão brasileira do reality show norte-americano estreou em 2016 e está com uma nova temporada no ar.

Outro bom exemplo é o Safra de Inovações. O reality show do agro é uma iniciativa da John Deere, empresa de máquinas e implementos agrícolas, é exibido na CNN Brasil. Em quatro episódios, nove startups apresentam soluções para desafios reais expostos por produtores rurais, envolvendo sustentabilidade, logística e digitalização do campo.

Compartilhar:

Autoria

Sandra Regina da Silva

Jornalista com 30 anos de experiência em cobertura de negócios e inovação.

Artigos relacionados

Imagem de capa Aceite as limitações dos LLMsAssinante

Tecnologia e inovação

19 Dezembro | 2023

Aceite as limitações dos LLMs

Superestimar a capacidade dos grandes modelos de linguagem, como o ChatGPT, pode levar a resultados pouco confiáveis. Para lidar melhor com eles, é importante entender primeiro como funcionam

Mikhail Burtsev, Martin Reeves e Adam Job
Imagem de capa Open source contra os hackers da IA generativaAssinante

Tecnologia e inovação

19 Dezembro | 2023

Open source contra os hackers da IA generativa

A contratação de serviços de inteligência artificial pode expor seus dados e deixar sua empresa nas mãos das big techs. Mas existem alternativas. Estamos vivendo o início de uma fase semelhante à que deu origem ao Linux nos anos 1990, quando desenvolvedores do mundo todo se dedicaram a enfrentar os desafios da nova tecnologia com soluções de código aberto, disponíveis para todos – e veja cinco modos de administrar os respectivos

Aron Culotta e Nicholas Mattei
Imagem de capa Como aplicar IA generativa na inovação corporativaAssinante

Tecnologia e inovação

17 Dezembro | 2023

Como aplicar IA generativa na inovação corporativa

A nova tecnologia pode trazer eficiência e criatividade para a inovação em grandes empresas. Uma pesquisa recente mostra a realidade brasileira, os estágios de adoção em diversos setores, as oportunidades no horizonte e as barreiras de adoção

Maximiliano Carlomagno e Felipe Scherer
Imagem de capa Gestão pública 4.0: tecnologia para atender as demandas dos cidadãos

Tecnologia e inovação

15 Novembro | 2023

Gestão pública 4.0: tecnologia para atender as demandas dos cidadãos

A transformação digital pode ajudar na revolução da gestão municipal, melhorando a eficiência das instituições e fortalecendo a participação cidadã e a prestação de serviços mais ágeis, a partir dos aplicativos governamentais multiplataformas

Ana Debiazi e Aryana Valcanaia

2 min de leitura