fb

Liderança e cultura

Você é um ventríloquo gerencial ou tem voz própria?

Transmitir mensagens e atribuí-las a superiores é comum. Mas gestores que abusam de frases como “o chefe quer assim” ou "o board decidiu" minam sua autoridade. Estudo inédito traz recomendações para driblar armadilhas e desenvolver habilidades para tornar o ventriloquismo um aliado

David Hollis e Alex Wright

28 de Março

Compartilhar:
Artigo Você é um ventríloquo gerencial ou tem voz própria?
Transmitir mensagens e atribuí-las a superiores é comum. Mas gestores que abusam de frases como “o chefe quer assim” ou "o board decidiu" minam sua autoridade. Estudo inédito traz recomendações para driblar armadilhas e desenvolver habilidades para tornar o ventriloquismo um aliado ...

Você precisa estar logado em sua conta para acessar esse conteúdo

Gostaria de acessar esse conteúdo?

Artigos relacionados

Imagem de capa Por que gestores territorialistas reprimem a inovação – e como virar o jogoAssinante

Liderança e cultura

29 Maio | 2024

Por que gestores territorialistas reprimem a inovação – e como virar o jogo

Quando gestores se sentem inseguros sobre seu status na organização, são grandes as chances de sabotarem as ideias inovadoras propostas por seus funcionários. Mas tem jeito: estudo mostra que é possível fazer com que eles se identifiquem mais com a empresa e com o espírito coletivo e, assim, mudar seu comportamento

VIJAYA VENKATARAMANI, RELLIE DERFLER-ROZIN, XIN LIU E JIH-YU MAO
Imagem de capa Pare de cortar as asas dos seus melhores funcionários

Artigo Xtended

17 Maio | 2024

Pare de cortar as asas dos seus melhores funcionários

Bloquear o avanço profissional dos subordinados e impedi-los de galgar novas oportunidades na organização só trazem prejuízos – para eles, para o negócio e para o próprio gestor. Uma nova pesquisa mostra que chefes “represadores de talentos” acabam minando suas carreiras. Saiba como evitar tal comportamento

JR Keller e Kathryn Dlugos

12 min de leitura